Thumb_dao-de-jing--2

Dao De Jing

Lao Zi

O Dao De Jing, obra fundamental de Lao Zi − mais conhecido como Tao Te King e Lao-Tsé –, nesta tradução direta a partir do chinês, ganha não apenas uma nova sonoridade, mais próxima do original, mas também uma nova e maior fidelidade.

Thumb_os-melhores-contos-de-h-p-lovecraft

Os melhores Contos de H.P. Lovecraft

H.P. Lovecraft

Os melhores contos de H.P. Lovecraft reúne, pela primeira vez em português, todos os maiores clássicos do grande mestre da literatura de horror em um volume − incluindo “O chamado de Cthulhu”, “Nas montanhas da loucura”, “A cor que caiu do espaço”, “A sombra de Innsmouth” , “Um sussurro nas trevas”, “A sombra vinda do tempo”, O horror de Dunwich” e “O caso de Charles Dexter Ward”, entre outras obras-primas do gênero.

Thumb_a-vida-de-mat

A vida de Mat

Mino Carta

A vida de Mat, quarto romance do jornalista Mino Carta, é sobretudo um livro de memórias. E como em suas obras anteriores (O castelo de Âmbar, 2000; A sombra do silêncio, 2003; O Brasil, 2013), a ficção aqui não deixa de lançar mão de um fundo autobiográfico. Mat — cujo cujo nome deriva de matto, em italiano, louco — vive na Itália, mas percebe que em algum momento de sua existência fora surpreendido por uma mudança súbita.

Thumb_o-que-eu-vi-o-que-nos-veremos--2

O que eu vi, o que nós veremos [Bolso]

Santos-Dumont

Santos Dumont é conhecido no Brasil como o pai da aviação, porém, apesar de toda a sua fama, poucos sabem que esse herói nacional deu testemunho em livro de sua vida e de suas aventuras pioneiras pelos céus.

Thumb_os-americanos

Os americanos

Os americanos une nomes ilustres da literatura dos Estados Unidos. Enquanto se construía como nação, ao longo do “extenso século XIX”, para parafrasear Eric Hobsbawn em relação ao “curto século XX” (que teria começado de fato apenas em 1914, na Primeira Guerra Mundial), grandes escritores, de Nathaniel Hawthorne (1804) a Scott Fitzgerald (1896), criavam uma literatura nacional que, por sua vez, ajudaria a criar o próprio modo como os Estados Unidos e o mundo conheceriam e reconheceriam o país.

Thumb_os-franceses

Os franceses

A literatura francesa não cabe em um volume. Nem em vários. É preciso toda uma biblioteca. Mas muito do melhor dessa literatura cabe agora em suas mãos. “Os franceses” reúne textos de Voltaire, Rousseau, De Maistre, Stendhal, Balzac, Baudelaire, Mallarmé, Maupassant e Proust, em quase 800 páginas e tradução direta do francês. Em uma palavra, uma edição mémorable.