Lovecraft

Lovecraftface2

H. P. Lovecraft (1890 - 1937), criador de um dos mais famosos personagens da literatura fantástica universal, Cthulhu, teve a infância fortemente marcada pela internação do pai em um manicômio, seguida de sua morte poucos anos depois. Sua mãe também passa a apresentar distúrbios mentais. Em 1908, após ser ele próprio vítima de uma crise nervosa, abandona a escola e passa a levar uma vida reclusa. Em 1914, aos 24 anos, começa a publicar contos de horror, a escrever artigos sobre vários temas e a se dedicar à vasta correspondência que manteria por toda a vida.

Depois de perder a mãe em 1921, passa uma temporada de extrema pobreza em Nova York; seu casamento fracassa, e ele volta para Providence, para morar na casa das tias. Foi nessa época que escreveu alguns de seus contos mais importantes, como O chamado de Cthulhu e O caso de Charles Dexter Ward, criando toda uma mitologia própria no universo do horror, do fantástico e da ficção científica (que se desdobraria em obras famosas como A cor que caiu do céu, Um sussurro nas trevas e A sombra fora do tempo).

Lovecraft jamais alcançou a fama literária em vida, mas é hoje um dos escritores mais lidos e adorados (literalmente) em todo o mundo, e talvez o de maior presença na cultura pop, dos quadrinhos ao cinema, passando pela música e pelas citações e representações na interntet.

Thumb_o-chamado-de-cthulhu

O chamado de Cthulhu

H.P. Lovecraft

O conto que dá nome à coletânea é um dos grandes clássicos do horror do século XX. O livro reúne ainda outros seis textos, escritos ao longo da vida do autor, desde sua estreia literária com "Dagon” até pouco antes de sua morte. Contém o inédito “A música de Erich Zann”, considerado pelo próprio Lovecraft um de seus melhores escritos. No apêndice, o leitor encontrará ainda uma carta do escritor ao amigo R.Michael, em que fala sobre sua personalidade e sua vida, e um artigo em que discute o método que empregava na criação de seus contos. 

Thumb_os-melhores-contos-de-h-p-lovecraft

Os melhores Contos de H.P. Lovecraft

H.P. Lovecraft

Os melhores contos de H.P. Lovecraft reúne, pela primeira vez em português, todos os maiores clássicos do grande mestre da literatura de horror em um volume − incluindo “O chamado de Cthulhu”, “Nas montanhas da loucura”, “A cor que caiu do espaço”, “A sombra de Innsmouth” , “Um sussurro nas trevas”, “A sombra vinda do tempo”, O horror de Dunwich” e “O caso de Charles Dexter Ward”, entre outras obras-primas do gênero.

Thumb_a-sombra-de-innsmouth

A sombra de Innsmouth

H.P. Lovecraft

Única obra do autor publicada em vida, que apresenta ao leitor os horrores de um universo onde aberrações monstruosas ameaçam o futuro da espécie humana. A história é o perturbador relato de um jovem que, durante uma viagem pela Nova Inglaterra, vê-se obrigado a passar uma noite em Innsmouth – o vilarejo portuário em ruínas que não consta em nenhum mapa e esconde um mistério tão profundo quanto as águas que o banham. O apêndice do volume contém uma carta de Lovecraft a Alvin Earl Perry, na qual expõe um método para a narração de histórias e discute a insatisfação que sentia em relação ao mercado editorial, e uma árvore genealógica dos principais personagens da novela concebida especialmente para esta edição.

Thumb_bolsa-individual-lovecraft

Bolsa individual | LOVECRAFT

 “Ele é um nome adorado na cultura pop, e uma influência sobre todo mundo: do escritor argentino Jorge Luis Borges ao cineasta Guillermo del Toro, sem falar de um número incontável de bandas de rock e designers de jogos”. [Laura Muller, revista Salon]

Thumb_bolsa-combo-lovecraft

Bolsa-combo | Lovecraft

 Lovecraft, além de manter, geração após geração, uma legião de leitores em todo o mundo, conseguiu o feito raro de ter um trânsito cada vez maior da literatura para a cultura de massa contemporânea. É um nome adorado pela cultura pop, além de influência sobre personagens que vão desde o escritor argentino Jorge Luis Borges ao cineasta Guillermo del Toro.

Thumb_o-caso-de-charles-dexter-ward

O caso de Charles Dexter Ward

H.P. Lovecraft

O jovem estudante de arqueologia Charles Dexter Ward mergulha em um pesadelo sombrio e interminável quando começa a investigar as experiências macabras realizadas no século dezoito pelo alquimista Joseph Curwen, os chamados "saes essenciaes", extraidos dos grandes pensadores do mundo.

Thumb_nas-montanhas-da-loucura

Nas montanhas da loucura

H.P. Lovecraft

Um dos grandes clássicos da literatura fantástica do século XX, Nas montanhas da loucura é uma importante chave interpretativa para toda a obra de H.P. Lovecraft. O título é parte da Série Lovecraft, provavelmente as melhores traduções e edições já feitas da obra do escritor.

Thumb_a-busca-onirica-por-kadath

A busca onírica por Kadath

H.P. Lovecraft

A busca onírica por Kadath pertence ao Ciclo dos Sonhos e é protagonizada por Randolph Carter, o alter ego de Lovecraft. Depois de sonhar com uma fabulosa cidade ao pôr do sol e de acordar sem ter contemplado a grandeza do maravilhoso panorama criado por sua fantasia, Carter pede a permissão dos deuses da terra para visitar a cidade. Para cumprir a jornada, ele mergulha no mundo dos sonhos e empreende uma jornada repleta de perigos em busca de Kadath.

Thumb_a-cor-que-caiu-do-espaco

A cor que caiu do espaço

H.P. Lovecraft

Um vilarejo a oeste de Arkham vê-se em perigo quando um meteoro cai na propriedade de um fazendeiro local e traz consigo uma estranha aberração cromática que afeta a flora e a fauna da região – e cria o cinzento e estéril “descampado maldito”, onde nada cresce. O apêndice do volume é composto por “Notas sobre uma não entidade”, o mais longo relato autobiográfico escrito por Lovecraft, “A confissão de um cético”, breve ensaio em que o autor traça a evolução dos próprios interesses religiosos, científicos e filosóficos ao longo da vida, e “Notas sobre ficção interplanetária”, artigo em que defende as possibilidades artísticas da ficção científica ataca os clichês deste gênero.

Thumb_um-sussurro-nas-trevas

Um sussurro nas trevas

H.P. Lovecraft

A história se desenrola em torno dos acontecimentos ocorridos após as grandes enchentes de Vermont em 1927. O acadêmico Albert N. Wilmarth, ao ouvir histórias sobre cadáveres de animais desconhecidos boiando nas águas, tenta vincular os relatos às crenças populares da região. O assunto ganha os jornais e com isso surge Henry Wentworth Akeley, um folclorista de Vermont que acredita na existência de cultos secretos e criaturas inumanas nas colinas do estado e logo percebe estar diante de coisas muito mais poderosas do que poderia imaginar. O apêndice traz o texto inédito “Vermont, uma primeira impressão”, um poético relato da viagem que influenciou de maneira decisiva a escritura dessa novela.