Violência, mas para quê?

Anselm Jappe

Toda e qualquer oposição à política das instâncias eleitas que vai além de um abaixo-assinado ou de uma carta ao deputado local é considerada pelo Estado, por definição, “antidemocrática”. Em outras palavras, tudo o que poderia ser minimamente eficaz é proibido, mesmo o que ainda era permitido há não muito tempo. O Estado democrático atual está muito mais equipado do que os Estados totalitários de outrora para fazer o mal, para perseguir de perto e eliminar tudo o que possa fazer-lhe frente, fez tudo para que a única alternativa seja a barbárie aberta. O que o Estado teme são os movimentos sem chefe e que fogem do enquadramento.

Ficha técnica

Número de páginas
55
ISBN
9788577153244
Encadernação
Brochura
Peso
0.06 kg
Ano de lançamento
2011

Compartilhe