Primeiro livro dos amores

Ovídio

Trata-se da primeira parte da obra de juventude de Ovídio, Amores, que, como o próprio autor indica no poema de abertura, sofreu edição tardia e passou a contar apenas com três livros. Estes poemas, do poeta que escreveu também Metamorfoses, são próprios da elegia erótica romana e trazem em geral a voz de um poeta jovem como eu-lírico.

Os temas desenvolvidos nos poemas eram próprios dos epigramas, da Nova Comédia e da poesia iâmbica, tais como os conselhos de uma velha ébria, os cabelos de uma mulher ao envelhecer, o elogio ou vitupério de serviçais que ajudam ou dificultam o amor, o amante que não compreende a cobrança exigida pela prostituta, ou até mesmo o próprio gênero elegíaco e seus breves poemas coroados com murta, a planta dedicada a Vênus, e sua relação com a grandiloquência da épica.  

Ficha técnica

Número de páginas
128
ISBN
9788577152049
Encadernação
Brochura
Peso
0.13 kg
Ano de lançamento
2010

Compartilhe