Naqueles morros, depois da chuva

Edival Lourenço

Ganhador do 2o lugar do Prêmio Jabuti 2012 – categoria Romance. Em 1739, o fidalgo português Luís de Assis Mascarenhas, governador da Província de São Paulo e Minas dos Goyazes, dirige-se ao Arraial de Santana com o propósito de preparar as minas de ouro para serem província autônoma. Naqueles morros, depois da chuva narra a história da vinda e chegada desse nobre e sua ampla comitiva no sertão inóspito das terras goianas.

Um filho bastardo do Anhanguera – o descobridor das minas de ouro –, que segue de perto a comitiva de Dom Luís exercendo funções de vigia, é o narrador dos acontecimentos sempre insólitos que pontuam a viagem. Com um estilo de ritmo irresistível, pontuado por palavras e expressões que atribuem veracidade geográfica e histórica à narrativa, o livro debruça-se sobre a matéria colonial, desde há muito filão privilegiado de uma prosa e uma poesia brasileiras que buscam escavar raízes eventualmente sublimadas de nossa história colonial. 

Ficha técnica

Número de páginas
236
ISBN
9788577152315
Encadernação
Brochura
Peso
0.18 kg
Ano de lançamento
2011

Compartilhe