Cordel – Severino José

Severino José

Severino José nasceu em 5 de março de 1932 em Marcação, povoado de Sergipe. O cordel está presente em sua vida desde muito cedo. Nas aulas da pequena escola sertaneja, onde aprendia aritmética memorizando uma composição poética e na pessoa de um tio de quem Severino herdaria uma coleção de folhetos.

Vive em São Paulo desde 1953. Advogado, aposentou-se como técnico judiciário trabalhista. Estudioso do cordel, fez um curta-metragem sobre o assunto, A via-sacra segundo Jerônimo.

<<Sobre a literatura de cordel>> A literatura popular em verso passou por diversas fases de incompreensão e vicissitudes no passado. Ao contrário de outros países, como o México e a Argentina, onde esse tipo de produção literária é normalmente aceita e incluída nos estudos oficiais de literatura.

Apesar da maciça bibliografia crítica e da vasta produção de folhetos (mais de 30 mil folhetos de 2 mil autores classificados), a literatura de cordel – cujo início remonta ao fim do século XIX – continua ainda em boa parte desconhecida do grande público, principalmente por causa da distribuição efêmera dos folhetos.

Ficha técnica

Número de páginas
176
ISBN
9788587328410
Encadernação
Brochura
Peso
0.154 kg
Ano de lançamento
2001

Compartilhe