5 resultados para “Machado de Assis”

Thumb_o-alienista

O alienista

Machado de Assis

O eminente doutor Simão Bacamarte, dedicado estudioso da mente humana, decide construir a "Casa verde", um hospício para tratar os doentes mentais na pequena cidade de Itaguaí. O médico tem como objetivo conhecer as fronteiras entre a razão e a loucura, mas subitamente ele passa a internar no manicômio todo e qualquer cidadão pelos mais diversos motivos.

Thumb_oliver-twist

Oliver Twist

Charles Dickens

Oliver Twist, um dos maiores clássicos da literatura inglesa, foi publicado originalmente em forma de capítulos seriados, nos anos 1830. Isso explica a história ser cheia de “ganchos”, ou situações de suspense, que se resolvem no capítulo seguinte. O resultado é um livro dramático, baseado na dura infância do autor, repleto de ação, emoção e peripécias, que envolvem o pequeno órfão Oliver Twist, e também o leitor.

Thumb_ideias-de-canario

Ideias de canário

Machado de Assis

Um professor dedicado a estudar pássaros se espanta quando um canário de repente lhe dirige a palavra. Estaria louco ou teria estudado tanto os bichos empenados que começava a compreendê-los?

Thumb_viagem-sentimental

Viagem sentimental

Laurence Sterne

Viagem sentimental foi escrito a partir das experiências de Laurence Sterne como viajante. Idealizado como um romance em dois volumes, ficou inacabado devido à frágil saúde do romancista, que publicou apenas a porção dedicada à França. Sterne morreu apenas três semanas depois da publicação do primeiro volume.

Thumb_o-corvo-genese-referencias-e-traducoes-do-poema-de-edgar-allan-poe

O corvo – gênese, referências e traduções do poema de Edgar Allan Poe

Claudio Weber Abramo

O poema “O Corvo” está entre as obras mais traduzidas da história da literatura, pelo enorme fascínio que exerce sobre leitores e escritores, apesar dos obstáculos que oferece à tradução – ou por causa deles. Este livro reúne todas as suas mais importantes traduções para o português − incluindo as de Machado de Assis e de Fernando Pessoa − e outras línguas latinas – como a versão francesa de Baudelaire −, além de análises dessas traduções e de uma abrangente discussão sobre a arte (ou quase) de traduzir.