A raposa sombria — uma lenda islandesa

Sjón

Fábula moderna temperada de suspense e humor, A raposa sombria mistura o rigoroso inverno islandês, uma raposa enigmática, um pastor que a segue num périplo de provações e transformações, um naturalista e uma jovem com Síndrome de Down salva de um naufrágio...

Sjón (1962) é um dos autores islandeses contemporâneos mais premiados e celebrados pela crítica, e seus romances e novelas já foram traduzidos para mais de 27 línguas – incluindo, agora, o português, em tradução direta de Luciano Dutra.

Como letrista, colaborou em várias canções com Björk, inclusive para um de seus projetos mais recentes, Biophilia, e foi indicado para o Oscar pelas letras do filme Dançando no escuro, de Lars von Trier. Sjón vive em Reiquiavique, na Islândia.

Ficha técnica

Número de páginas
102
ISBN
9788577153404
Encadernação
Brochura
Peso
0.145 kg
Ano de lançamento
2014

Compartilhe