A conjuração de Catilina

Salústio

 A Conjuração de Catilina é considerada uma das primeiras obras de História produzidas na Roma Antiga, e é frequentemente tida como a maior delas. O texto trata da interessante trama urdida pelo político Lúcio Sérgio Catilina, que, derrotado seguidas vezes nas eleições para cônsul, tenta tomar o poder à força com um plano curioso, lembrando até a política brasileira dos últimos anos. Iria assassinar o cônsul eleito Cícero, incendiar Roma e incitar os alóbroges - uma tribo da Gália - à insurreição.

Em meio à confusão, assumiria o governo. A estratégia, no entanto, chegou ao ouvido de Cícero. Catilina foi exilado e juntou-se às tropas que o apoiavam na Etrúria. O desdobramento final: Catilina e seus aliados foram massacrados pelas forças republicanas de Roma. Salústio narra o decorrer da história com riqueza de detalhes e o apuro discursivo que o caracterizou. Brilhantemente conciso, foi comparado ao grego Tucídides pela capacidade de dizer muito com pouco. Sua escrita é singular também pelo linguajar arcaico, que parecia extemporâneo já à Roma do século I a.C. - uma característica que a meticulosa tradução de Adriano Scatolin consegue preservar.

Ficha técnica

Número de páginas
136
ISBN
9788577155279
Encadernação
Brochura
Dimensões
0.7 cm × 11.5 cm × 17.5 cm
Peso
kg
Ano de lançamento
2018

Compartilhe