Jörmungandr, a Serpente de Midgard

por Snorri Sturluson [1179-1241].

O deus Loki teve três filhos com a gigante Angboda: Fenrir, Jörmungandr e Hel. Fenrir era um lobo terrível, que cresceu até ter um tamanho gigantesco, e causava tanta destruição que os outros deuses tiveram de prendê-lo, mas tão poderoso era que só depois de muitas tentativas conseguiram; Hel foi encarregada por Odin do reino subterrâneo dos mortos; e quanto a Jörmungandr, a Serpente de Midgard, era tão horrível que assim que Odin a viu atirou-a no fundo do mar.

No meio do oceano essa serpente cresceu tanto que acabou dando a volta na terra toda, com sua boca mordendo a própria cauda. E lá ficaria até o Ragnarok, a batalha final ou o crepúsculo dos deuses, quando faria o mar invadir a terra, ao avançar sobre ela com monstruosa ira, soprando seu veneno que se espalharia por todo o ar e toda a água, até encontrar Thor, que a enfrentaria num combate mortal para ambos, pois, após derrotá-la e matá-la, a apenas nove passos dali ,Thor cairia morto, por causa do veneno de Jörmungandr...

Mas muito antes disso Thor a encontraria duas outras vezes. A primeira foi no castelo do gigante Utgard-Loki, em que Thor chegou com seus companheiros Loki e Thjálfi.

Ao vê-los entrar, o gigante os recebeu com um sorriso de desprezo e disse:

— É esse bebezinho o poderoso Thor?! Ainda assim, talvez você possa se mostrar maior do que aparenta para mim; de que tipo de proezas você e seus companheiros são capazes? Pois só é bem-vindo aqui quem for capaz de feitos nos quais ultrapassem a maioria dos mortais.

[...] Thor disse que ele seria capaz de remar para bem longe da terra, pois não se podia saber ao certo quem ia ser o primeiro a pedir para remar de volta. Thor tinha ficado com tanta raiva do gigante que por pouco n‹o usou seu martelo contra ele, mas ele se esforçou para ficar calmo, pois pretendia usar sua força em outro assunto. Perguntou então a Hymir o que levariam de isca, mas Hymir disse a ele que arranjasse a própria isca.

Thor saiu então à procura e viu um rebanho de bois, que era de Hymir; ele pegou o maior boi, cortou-lhe a cabeça e a levou com ele para o mar. A essa altura Hymir já tinha empurrado o barco para o mar.

Thor entrou no barco e sentou na popa, pegou dois remos e começou a remar; Hymir viu que avançavam rápido por causa das remadas dele. Hymir remava na proa, e logo já estavam bem longe no mar, e Hymir disse que tinham chegado às águas piscosas nas quais ele queria ancorar e pescar linguado. Mas Thor contou que queria remar para ainda mais longe e deu um forte impulso; então Hymir disse que eles já tinham ido tão longe que era perigoso ficar ali, por causa da Serpente de Midgard.

Thor insistiu que ainda ia remar um pouco, e foi o que fez, mas Hymir já estava então morrendo de medo. Thor, assim que largou os remos, preparou uma linha de pesca muito resistente, com um anzol bem grande e tão resistente quanto ela. Então ele pôs a cabeça do boi no anzol e atirou-o na água, e ele foi direto para o fundo, e é verdadeiro dizer que Thor enganou a Serpente de Midgard tanto quanto Utgard-Loki o tapeara antes, quando o fez erguê-la.

A Serpente de Midgard abocanhou a cabeça do boi e o anzol entrou em sua mandíbula; quando Jörmungandr percebeu, arremeteu para fugir com tanta força que os dois punhos de Thor bateram na amurada. Então Thor ficou com raiva e, invocando sua força divina, apoiou seus pés com tanta força que eles atravessaram o casco do barco e foram se plantar no fundo do mar; ele então puxou a serpente para a amurada. E pode se dizer que ninguém viu nada de muito aterrador se não viu o que se seguiu: como Thor lançava olhares ferozes para a serpente, e a serpente, por sua vez, olhava-o com muito ódio lá debaixo e cuspia veneno. Daí, dizem, o gigante Hymir ficou pálido, e então amarelo, e ficou morto de medo ao ver a serpente, e como o mar invadia o barco. No instante exato em que Thor agarrou seu martelo e levantou-o no ar, o gigante achou sua faca e cortou a linha de Thor na amurada, e a Serpente afundou no mar. Thor arremessou seu martelo atrás dela, e há quem diga que esmagou sua cabeça contra o fundo do mar, mas a verdade é que a Serpente de Midgard continuou viva, estendendo-se no oceano. Mas Thor brandiu seu punho e esmurrou a orelha de Hymir, que perdeu o equilíbrio e caiu na água, e Thor viu as solas de seus pés afundar. E Thor voltou para a terra firme.

Compartilhe