Antonio Vieira

Vieira_square3

Antonio Vieira (Lisboa, 1608 - Salvador, 1697) foi um dos mais importantes personagens da história brasileira do século XVII, exercendo grande influência como escritor, político, missionário e orador. Veio para o Brasil aos 6 anos, e voltou a Portugal aos 33, durantes a Restauração da coroa portuguesa. Participou das discussões e decisões envolvendo as invasões holandesa e francesa, a administração colonial, o tratamento aos povos indígenas, além da atuação da Inquisição e da Companhia de Jesus. Com inimigos ou desafetos na mesma proporção de sua influência, depois a volta ao Brasil, foi obrigado, em 1661, a deixar do Maranhão e voltar a Lisboa, onde foi condenado pela inquisição por textos considerados heréticos. Depois de ficar preso dois anos em Coimbra, mudou-se para Roma em 1669, onde viveria até 1676, tornando-se o mais famoso orador de sua época. Volta ao Brasil em 1681 e passa os últimos anos de vida dedicando-se à sua obra, uma das mais importantes da língua portuguesa.

Thumb_sermoes-1

Sermões 1

Antonio Vieira

Os Sermões de Antonio Vieira representam a mais alta prosa já escrita em língua portuguesa. Na síntese de Fernando Pessoa, eles compõem “uma grande certeza sinfônica”. É essa grande sinfonia da língua e seus sentidos que o leitor encontra nestas páginas, justificando o cuidado dispensado a esta edição em dois volumes, organizados por Alcir Pécora (professor de Teoria Literária da Unicamp).

Thumb_sermoes-2

Sermões 2

Antonio Vieira

O poderoso encontro entre a arte e a técnica, a perfeita síntese entre imaginação e intelecto: Antonio Vieira, “o imperador da língua portuguesa”, nas palavras de Fernando Pessoa, alia em seus sermões uma vasta erudição, grande conhecimento do mundo, largueza de temas e de visão, um lúcido realismo e a mais clara beleza da forma, aqui representados em uma rigorosa seleção com seus 50 textos mais importantes.

Thumb_cartas-do-brasil--2

Cartas do Brasil

Antonio Vieira

As 177 Cartas do Brasil reunidas neste volume tratam, no estilo superior do maior prosador da língua portuguesa, de todos os acontecimentos importantes para a história do Brasil da época (século XVII), um período particularmente desafiador − e definidor − em termos geopolíticos e administrativos, ao que o grande jesuíta e diplomata que foi  Antonio Vieira dedicaria seus maiores e melhores esforços – e incluem as famosas “Carta Ânua” de 1626, a carta ao bispo do Japão (conhecida como “Esperança de Portugal”) e a “Carta Apologética” (ao padre Iquazafigo).

Thumb_indice-das-coisas-mais-notaveis

Índice das coisas mais notáveis

Antonio Vieira

No Índice das coisas mais notáveis, obra inédita do padre Antonio Vieira, foram reunidas pela primeira vez todos as referências a frases notáveis segundo o próprio autor, que as organizou (e que apareceram como apêndice da primeira edição). “O Índice poderia ser descrito como um alentado glossário, com milhares de entradas, artigos ou verbetes [...], acompanhados de frases exemplares, ou abonações de seu uso, extraídas do corpo dos sermões.”